top of page
  • Foto do escritorPat Estúdio

O Arquétipo da Terra

Na simbologia, a terra é elemento primordial de um imenso potencial gerador.


É um dos 5 elementos formadores do mundo material da Medicina Tradicional Chinesa e na filosofia indiana Samkhya, base do Yoga e da Ayurveda.


A Terra é o princípio passivo, a energia do feminino, o aspecto yin. Representa as virtudes da doçura, da submissão, da humildade e da firmeza calma e duradoura.


A Terra é a matriz, a mulher, a Grande Mãe, a Deusa Mãe, porque dá origem, ampara a vida, sustentando e protegendo. Também relacionada aos serviços funerários, uma vez que ela é essencialmente importante para todo o ciclo da vida, do início ao fim.

A terra tem o significado de nascimento e criação e na Alquimia é representada por um triângulo com a ponta para baixo e tem um corte horizontal bem entre o meio e a ponta. Na Astrologia, os signos de touro, virgem e capricórnio são signos ligados à terra.

O elemento terra traz consigo o simbolismo da materialização, da manifestação, concretização e da realização. Este elemento está ligado com tudo o que é material, com o mundo físico, com aquilo que pode ser visto e tocado. Porém expressa no aspecto sombra o apego a tudo o que é material.

Não podemos deixar de falar da Terra, conhecida também como o planeta azul, que é segundo a Astronomia, um dos oito planetas do sistema solar, sendo o terceiro mais próximo do sol. Apresenta a forma redonda, achatada nos pólos e é dividida em quatro partes pela linha do Equador e pelo meridiano de Greenwich.

Na esfera religiosa, durante a Idade Média vigorava uma imagem cristã patriarcal da Terra. Ela era a parte decaída, pois sua essência não estava ligada ao mundo celestial, ao céu, ao mundo superior. Em nome dessa ligação a Terra, feminina, escura, repulsiva, má, deveria ser sacrificada, pois associava-se a natureza humana e instintiva, a sensualidade, a sexualidade e o pecado.

Foi só depois de muito tempo que nossa amada Terra foi se libertando dessa crença cruel. Somente na década de 70 que essa visão mais consciente e amorosa foi sendo retomada por grupos ambientalistas e espiritualistas. A Terra também está associada aos movimentos feminista, ao naturalismo, ao ambientalismo e à ecologia.

Dentro desse aspecto mais consciente do arquétipo, a Terra representa a consciência da relação de interdependência e conexão dela com toda a natureza em si, com todos os seres vivos, humanidade, animais e plantas, trazendo a empatia, o respeito, a ética, a sensibilidade como base dessa relação.

A Terra era considerada uma deusa nas mitologias grega e romana. Sua imagem representada como a deusa Gaia, ou Mãe-Terra, foi personificada e vista por um poeta da Antiga Grécia, como um planeta possuidor de atributos divinos. Considerada uma deusa muito importante, a Terra foi homenageada e reverenciada em várias cerimônias.

Segundo a mitologia, a deusa Terra foi originada do Caos e por meio dela surge o mundo manifestado e também três filhos, o Céu (o deus Urano), Óreas (as Montanhas) e Ponto (o Mar). A deusa também tinha como atributo a fertilidade, tanto relacionada ao solo como na geração de filhos e por essa razão, os gregos enterravam os mortos como forma de devolver a ela sua criação.

Esperamos estar contribuindo para ampliar sua percepção sobre os arquétipos e para que consiga utilizá-los de maneira mais assertiva em suas estratégias de marketing. Siga acompanhando nossos posts para saber mais!


Silvia Marto


Continue acompanhando nosso blog e a série de posts sobre Arquétipos e Símbolos.



Mande uma mensagem aqui no direct ou envie um e-mail para: contato@patestudio.com.br


Telefone: (11) 2356-1191 WhatsApp: (11) 94065-8326



Nos siga em nossas redes sociais e fique sempre de olho nas novidades!


Comments


bottom of page