top of page
  • Foto do escritorPat Estúdio

O Arquétipo do triângulo

O triângulo é o polígono mais simples que existe, que possui três lados e seu formato varia de acordo com o tamanho desses lados. Por trás de sua simplicidade, existe toda uma significação que segue ao longo dos séculos passados por diferentes civilizações.


Seu conceito visual deixa implícito a simbologia da soma. São três segmentos de linha que se complementam, formando assim um terceiro, como um resultado à soma dos três.


Segundo Platão, toda a matéria elementar é constituída de triângulos agrupados. O triângulo associado ao número três representa a solidez e a estabilidade, trazendo assim os princípios de harmonia e equilíbrio para o mundo dual. Dessa forma, o triângulo é utilizado para representar o aspecto Divino, por meio da trindade ou tríade presente em várias culturas.


Para os hindus, a santíssima trindade é simbolizada pelo triângulo como o deus criador Brahma, o deus preservador Vishnu e Shiva, deus da destruição.


Na cultura Celta, o triângulo é a representação de três aspectos da mãe terra: virgem, mãe e anciã.


Nas escolas esotéricas o triângulo também é visto como a trindade divina, onde podemos compreender todas as religiões representadas nele como a harmonia, a sabedoria e a perfeição.


O triângulo simboliza na religião espírita, a relação entre corpo, alma e mente, fundamental para a evolução. Para os espíritas, o indivíduo precisa ter esses três elementos em equilíbrio para assim, desenvolver uma vida de felicidade, harmonia e sucesso.


Na maçonaria, o triângulo está representado como símbolo do desenvolvimento e amadurecimento espiritual. Seus lados representam luz e trevas, enquanto sua base significava a duração.


Na Alquimia, o triângulo equilátero é utilizado para representar todos os quatro elementos. O triângulo que aponta para cima é o fogo; o triângulo que aponta para cima, mas tem o corte de uma linha horizontal, é o ar; o triângulo apontando para baixo é a água e o outro que também aponta para baixo, porém com corte de uma linha horizontal, simboliza a terra. Dessa maneira, essas quatro representações organizadas dão origem ao pentagrama, famoso símbolo alquímico.


Esse é um arquétipo ligado ao poder, luz magia, força, sabedoria, beleza, ascensão espiritual e divindade. Associado ao crescimento, progresso e unicidade, onde sua base sustenta a ponta. Ainda apontando para cima, o triângulo remete a energia de ligação com as esferas superiores, por isso o aspecto da divindade contida nele.


No inconsciente coletivo, o triângulo também está ligado a feminilidade, sexualidade e erotismo. Em muitas culturas ele está bastante ligado à sexualidade. Como por exemplo na cultura pagã, o triângulo invertido simboliza o aspecto feminino, já o triângulo apontando para cima, o aspecto masculino e a junção de ambos, traz o princípio da fertilidade, do casamento e da divindade.


O Triângulo é um dos símbolos geométricos mais enigmáticos. Os símbolos influenciam muito o nosso inconsciente. Nos deixam curiosos, excitados, intrigados, pois suas imagens estimulam a produção e liberação de certos hormônios em nosso organismo, promovendo comportamentos e gerando emoções.


Por essa razão também são estudados dentro do marketing, na tentativa de estimular determinadas atitudes no público consumidor. Procure estudá-los para assim aplicá-los com bom senso e assertividade, garantindo assim mais sucesso em suas estratégias!

Silvia Marto


Continue acompanhando nosso blog e a série de posts sobre Arquétipos e Símbolos.



Mande uma mensagem aqui no direct ou envie um e-mail para: contato@patestudio.com.br


Telefone: (11) 2356-1191 WhatsApp: (11) 94065-8326



Nos siga em nossas redes sociais e fique sempre de olho nas novidades!


Comments


bottom of page